Estratégia legal influencia sentença de Daniel Alves na Justiça Espanhola

Durante a audiência, o sistema judiciário espanhol aplicou uma circunstância atenuante na pena de Daniel Alves, em virtude de uma restituição financeira antecipada. Antes do desfecho do julgamento, a defesa procedeu ao depósito de 150 mil euros na conta do Tribunal. Há especulações sugerindo que essa iniciativa da equipe jurídica de Alves teve um impacto significativo na redução da pena, considerando que a acusação pleiteava a imposição da pena máxima de 12 anos de privação de liberdade.

Em um diálogo com o ex-jogador Emerson Sheik, Neymar Pai, que já havia confirmado a transação, caracterizou a ação como um gesto de “assistência a um amigo”, ressaltando sua decisão de apoiar um aliado em tempos difíceis, em vez de abandoná-lo em meio a necessidades. A família de Neymar respondeu ao apelo de auxílio da defesa de Daniel Alves, alegando que o ex-jogador carecia de recursos para custear sua defesa e que o prazo para o pagamento dos honorários estava prestes a expirar.

O advogado Angel Vazquez, com formação em Direito tanto no Brasil quanto na Espanha, afirmou em uma entrevista à CNN Brasil que há a possibilidade de Daniel Alves deixar a prisão no próximo ano.

Segundo ele, ao levar em consideração o período em que Alves permaneceu em detenção preventiva e a extensão de sua sentença, é viável que ele obtenha sua liberdade em julho de 2025, após cumprir metade da pena. Vazquez também ressaltou que o comportamento exemplar de Alves durante seu encarceramento será um fator relevante na concessão desse benefício.

Compartilhar

Redação MT Política

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MT POLÍTICA

redacao@mtpolitica.com.br

Av. Rubens de Mendonça, 1856 Cuiabá Office Tower, sala 307

CEP: 78048450 – Cuiabá/MT

Tags

    2023 – Copyright © – MT Política – Todos os direitos reservados | Desenvolvido pela Tropical Publicidade