Dívida do município de Rondonópolis com Instituto de Previdência dos Servidores aumenta para quase meio bilhão de reais

A administração do prefeito José Carlos Pátio, em Rondonópolis, elevou significativamente a dívida do município com o Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores (Impro), totalizando quase meio bilhão de reais. O passivo, que inicialmente era de R$ 186 milhões, agora atinge a marca de R$ 482,2 milhões durante o atual mandato.

Essa pendência tem gerado preocupação entre os servidores, especialmente aqueles próximos à aposentadoria, que agora veem a estabilidade de seu futuro previdenciário ameaçada. A demanda do Fundo de Previdência cresceu quase duas vezes e meia sob a gestão de Pátio. Apesar de existir um plano de amortização de R$ 922 milhões, o déficit atual é de R$ 1,405 bilhão, de acordo com informações de um servidor que preferiu não se identificar.

A saúde financeira da Previdência municipal está sendo discutida diretamente com o prefeito, buscando uma solução administrativa sem causar alarme entre os funcionários públicos. O diretor-executivo do Impro, Roberto Carlos Correa de Carvalho, não quer criar polêmicas, mas exigirá do prefeito um plano para garantir a sustentabilidade do sistema previdenciário dos servidores. O receio é que essa situação impacte no projeto eleitoral de Pátio, que busca emplacar um sucessor.

Compartilhar

Redação MT Política

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MT POLÍTICA

redacao@mtpolitica.com.br

Av. Rubens de Mendonça, 1856 Cuiabá Office Tower, sala 307

CEP: 78048450 – Cuiabá/MT

Tags

    Últimas Notícias

    • All Post
    • ARTIGOS
    • CIDADES
    • ESPORTE
    • POLÍCIA
    • POLÍTICA
    • VARIEDADES

    2023 – Copyright © – MT Política – Todos os direitos reservados | Desenvolvido pela Tropical Publicidade