Procon-MT orienta consumidores para uma Black Friday segura: Dicas e Cautelas

Com a chegada do mês de novembro, o cenário do comércio é marcado pela crescente expectativa em torno da Black Friday, um fenômeno global que ganha cada vez mais espaço no Brasil. Antecipando-se à sexta-feira de descontos, marcada para o dia 24, a secretaria adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon-MT), vinculada à Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Setasc), oferece dicas valiosas para que os consumidores possam aproveitar as promoções de forma segura.

A primeira recomendação da secretaria adjunta do Procon-MT, Márcia Santos, é a prática do consumo consciente, incentivando os consumidores a comprarem somente o necessário. Ela destaca a importância de ser realista com o orçamento, planejando as compras com atenção e seriedade. Alerta ainda para a tentação das promoções, ressaltando que os consumidores devem adquirir apenas o que realmente precisam, evitando compras por impulso.

Para aproveitar os descontos da Black Friday de forma eficaz, a secretaria orienta os consumidores a pesquisarem os preços antecipadamente, monitorando o valor dos produtos desejados para garantir que os descontos anunciados sejam reais.

Além disso, a Procon-MT destaca a importância de redobrar a atenção durante as compras, seja presencialmente ou online. Nos estabelecimentos físicos, os consumidores devem observar as condições dos produtos e os preços anunciados nas vitrines, garantindo o direito de pagar o menor valor caso encontrem o mesmo produto com preços diferentes.

Dicas de segurança para compras online também são oferecidas, incluindo orientações para evitar cliques em links suspeitos e verificar a segurança dos sites. A secretaria destaca a importância de pesquisar a reputação da loja ou site, conferir a presença do protocolo de segurança HTTPS, e sempre imprimir ou salvar as informações da compra.

A Procon-MT alerta ainda sobre a necessidade de verificar atentamente os dados ao realizar pagamentos via PIX ou boleto, bem como orienta os consumidores a manterem registros das transações, incluindo panfletos e prints de telas com valores promocionais.

Em relação a trocas e devoluções, a secretaria reforça os direitos do consumidor, garantindo o direito de troca ou devolução em até sete dias para compras realizadas fora do estabelecimento comercial. O prazo para reclamação de produtos não duráveis é de 30 dias, enquanto para produtos duráveis é de 90 dias.

Dúvidas e problemas podem ser encaminhados às unidades do Procon ou pelo canal de atendimento via WhatsApp. A plataforma Consumidor.gov.br também está disponível para registro de reclamações online, oferecendo suporte 24 horas por dia. Com essas orientações, o Procon-MT busca assegurar que os consumidores aproveitem as promoções da Black Friday de maneira consciente e segura.

Compartilhar

Redação MT Política

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MT POLÍTICA

redacao@mtpolitica.com.br

Av. Rubens de Mendonça, 1856 Cuiabá Office Tower, sala 307

CEP: 78048450 – Cuiabá/MT

Tags

    Últimas Notícias

    • All Post
    • ARTIGOS
    • CIDADES
    • ESPORTE
    • POLÍCIA
    • POLÍTICA
    • VARIEDADES

    2023 – Copyright © – MT Política – Todos os direitos reservados | Desenvolvido pela Tropical Publicidade