Veículos similares ao BRT serão testados nas ruas de Cuiabá e Várzea Grande

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso (Sinfra-MT) anunciou na terça-feira (17 de outubro) a realização de um chamamento público para a demonstração de veículos similares aos que serão utilizados no futuro Sistema BRT (Bus Rapid Transit) nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande. O objetivo principal dessa iniciativa é permitir que fabricantes, passageiros e gestores do transporte público possam conhecer de perto o funcionamento desses veículos nas condições da região metropolitana de Cuiabá.

Empresas interessadas em participar desse projeto poderão manifestar seu interesse junto à Sinfra-MT, apresentando a documentação necessária para a celebração de um termo de cooperação. O chamamento público tem um prazo inicial de seis meses, com possibilidade de prorrogação por período igual, e não há limites para o número de participantes. Todas as propostas que atenderem aos requisitos do edital serão consideradas.

De acordo com o secretário adjunto de Obras Especiais da Sinfra-MT, Isaac Nascimento Filho, a implantação do BRT visa não apenas reduzir o tempo de deslocamento dos passageiros, mas também contribuir para a redução da poluição ambiental, graças à introdução de uma frota de ônibus elétricos. Esses veículos de piso baixo agilizam o processo de embarque e proporcionam maior acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida, além de apresentarem motores elétricos, que não emitem poluentes e geram menos ruído.

Os veículos selecionados para a demonstração circularão por um período que varia de 30 a 60 dias, operando na linha intermunicipal 024, que conecta o Terminal André Maggi, em Várzea Grande, ao Shopping Pantanal, em Cuiabá. Um ônibus da linha será temporariamente substituído por um veículo elétrico da empresa participante, que será claramente identificado como parte do programa.

O secretário adjunto de Planejamento Metropolitano, Rafael Detoni, explicou que essa linha foi escolhida devido ao seu trajeto ser semelhante ao planejado para o BRT, o que permite uma avaliação mais precisa do desempenho dos veículos.

Os veículos de demonstração serão submetidos à homologação pela Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos (Ager-MT), que certificará a instalação dos equipamentos do sistema de bilhetagem eletrônica e monitoramento da frota, conforme exigido pelo contrato de concessão.

A instalação desses equipamentos será de responsabilidade das empresas proponentes, que também deverão treinar motoristas e outros profissionais necessários para a operação. Além disso, a empresa proponente e a concessionária do transporte intermunicipal devem fornecer relatórios diários à Sinfra-MT, contendo informações operacionais, consumo de energia, número de passageiros transportados e outros dados relevantes.

Serão considerados para a demonstração veículos com motores elétricos que utilizem baterias recarregáveis ou sistemas de conversão de hidrogênio em eletricidade. Outras propostas com tecnologias alternativas ou infraestrutura adicional serão avaliadas pela Sinfra-MT para determinar sua viabilidade.

Compartilhar

Redação MT Política

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MT POLÍTICA

redacao@mtpolitica.com.br

Av. Rubens de Mendonça, 1856 Cuiabá Office Tower, sala 307

CEP: 78048450 – Cuiabá/MT

Tags

    Últimas Notícias

    2023 – Copyright © – MT Política – Todos os direitos reservados | Desenvolvido pela Tropical Publicidade