Polícia Civil apreende garrafas de coquetel molotov destinadas a novos ataques

A Polícia Civil, através da Delegacia de Tangará da Serra, tomou medidas decisivas na terça-feira (03.10) ao apreender garrafas de coquetel molotov que supostamente seriam usadas em futuros ataques no município. Esses ataques, que tiveram como alvo a Prefeitura Municipal de Tangará da Serra, ocorreram no dia 28 de setembro, resultando no incêndio de três veículos.

Até o momento, quatro suspeitos já foram identificados, com um deles tendo sido preso em flagrante no momento dos crimes. Essas ações fazem parte da Operação Força Total, liderada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), que visa identificar e capturar os responsáveis pelos ataques.

Para conduzir a investigação, uma força-tarefa foi montada, realizando várias diligências e entrevistas. Após o cruzamento de dados e informações, foi possível identificar os possíveis envolvidos no crime.

Durante as diligências, os investigadores localizaram um menor de idade que estava entre os envolvidos nos ataques. Esse adolescente foi ouvido na 1ª Delegacia de Polícia e forneceu informações sobre locais onde havia escondido mais garrafas de coquetel molotov destinadas a futuros ataques na cidade.

Com base nas informações fornecidas pelo adolescente, as garrafas foram localizadas e apreendidas pelos investigadores em um terreno baldio na Rua 13, entre as ruas 28 e 30, e na rua 40, próximo ao posto de abastecimento de água e esgoto. De acordo com as investigações, os suspeitos teriam deixado essas garrafas nos locais com o objetivo de realizar futuros ataques ao estacionamento dos ônibus municipais.

O delegado responsável pela investigação, Gustavo Espíndula de Souza, destacou que o adolescente também forneceu informações sobre os locais por onde passou e toda a rota que seguiu antes de incendiar o veículo, detalhando a ação criminosa. Ele afirmou: “As informações coletadas ajudaram no avanço das investigações, e a ação rápida da polícia em localizar e apreender o material utilizado nos incêndios impediu a ocorrência de novos ataques na cidade.”

As investigações continuam com o objetivo de localizar e intimar os outros envolvidos nos atentados que causaram temor na ordem pública da cidade.

Compartilhar

Redação MT Política

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MT POLÍTICA

redacao@mtpolitica.com.br

Av. Rubens de Mendonça, 1856 Cuiabá Office Tower, sala 307

CEP: 78048450 – Cuiabá/MT

Tags

    2023 – Copyright © – MT Política – Todos os direitos reservados | Desenvolvido pela Tropical Publicidade